slide_manutencao_de_blindados_ok_01

Como é feita a manutenção de carros blindados?

A ascensão do carro blindado começou na metade da década de 1990 no Brasil e continua a se tornar cada vez mais popular.

O trânsito caótico, a sensação de insegurança, a vulnerabilidade ao parar em cada semáforo e o aumento do número de empresas especializadas no Brasil expandiram o mercado e fizeram com que o segmento, que antes era voltado apenas para a classe A, também atinja o público da classe média.

Normalmente as blindadoras estipulam um plano de manutenção para a blindagem em si, vidros, acionadores e carroceria. A ideia aqui é comentar o quanto isso influencia no desgaste normal da mecânica do veiculo.

Mesmo quando está apenas com o motorista, a blindagem faz com que o veículo tenha um peso extra adicionado que pode variar de 80 a 200 kg, neste ultimo caso equivale a praticamente três passageiros. Com isso, é necessário verificar com maior frequência o desgaste dos pneus, freios, coxins e todo conjunto de suspensão.

As molas traseiras devem ser trocadas para maior estabilidade, normalmente os amortecedores recebem recalibragem, quando não é feito no momento da blindagem pode ser feito na primeira intercorrência de manutenção, uma vez que estes amortecedores terão sua vida útil bastante encurtada. A dinâmica do carro muda como um todo, uma vez que a parte mais pesada normalmente são os vidros a prova de balas e isso faz com que o centro de gravidade do veiculo se eleve, estando este mais sujeito a “rolagem da carroceria”, isso é mais perceptível em Pickups e SUV’s. Devem ser adicionados amortecedores a gás nos vidros das portas da frente. Isso ajuda no funcionamento do motor para os vidros, já que eles se tornam mais pesados com a blindagem. Pelo desgaste ser maior e mais rápido nas peças de suspensão e freios, a manutenção deve ser frequente como um todo. A suspensão e os freios tendem a gastar até 40% mais rápido do que em veículos comuns, os freios por serem mais exigidos e a suspensão também em função do peso extra constante e também da má qualidade de nosso pavimento. Os coxins de sustentação do motor e cambio também tem sua vida útil encurtada uma vez que o conjunto é constantemente submetido a maior torque para arranque em função do maior peso. Os vidros também merecem atenção e só devem ser higienizados com pano úmido. Além disso, a porta nunca deve ser fechada com a janela semiaberta, deve-se evitar o máximo de stress, que pode quebrar os vidros.

Nós da Ases Mecânica temos bastante experiência na manutenção mecânica de veículos blindados, com um custo muito mais modesto do que os concessionários especializados e com o mesmo nível de qualidade, respeitando as características originais do seu veiculo e algumas vezes aplicando soluções reforçadas para suportar a nova demanda de peso.